Seguir o O MINHO

Futebol

Antigo jogador do Famalicão detido, “deprimido” e com covid-19

Nicolás Schiappacasse tentou entrar num estádio com uma arma

em

Nicolás Schiappacasse a ser detido. Foto: DR / Arquivo

O antigo futebolista do Famalicão Nicolás Schiappacasse, detido em 26 de janeiro por posse de arma ilegal, está detido, “muito deprimido” e positivo à covid-19, disse hoje a advogada do uruguaio.

O uruguaio, que se encontra sem clube mas se preparava para regressar ao Peñarol, que representou em 2021 e em que se formou, está a cumprir 90 dias de prisão preventiva por posse de arma ilegal, entre outras acusações.

Segundo Karen Pintos, Schiapacasse “está muito deprimido, muito mal”, assegurando que vai “pedir que possa ter contacto com profissionais de saúde”.

O avançado, que em 2019/20 representou o Famalicão por empréstimo do Atlético de Madrid, não tem acesso a visitas e, entretanto, foi contagiado com o novo coronavírus, estando isolado e “profundamente deprimido”, além de ainda não ter prestado declarações.

Em 26 de janeiro, o futebolista de 23 anos foi detido com uma arma de fogo quando se preparava para ver o clássico entre o Peñarol e o Nacional, particular de preparação para a nova temporada.

O advogado de então, substituído agora por Karen Pintos, explicou que a arma tinha sido dada como roubada dois anos antes.

EM FOCO

Populares