Seguir o O MINHO

Braga

Ano Novo Chinês celebrado a 11 de fevereiro em Braga

em

Foto: DR

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho (ICUM) comemora domingo, 11 de fevereiro, das 10:00 às 23:00, a entrada no Ano Novo Chinês, na escadaria do shopping Braga Parque.

“Há para ver um conjunto de atividades culturais, como a Dança do Leão e artes marciais. A iniciativa tem entrada gratuita e visa cativar pessoas de todas as idades para a cultura chinesa”, adianta o organismo.

De manhã aprende-se a escrever o nome próprio ou a desejar bom ano, a fazer o milenar nó chinês, a cortar papel em mil figuras, a pintar máscaras e acompanha-se ainda o ritual da cerimónia do chá.

Às 15:30, o diretor do ICUM, Li Chunjiang, fala dos projetos deste Instituto, criado há 11 anos e pioneiro em Portugal, além do seu impacto na sociedade, como as aulas de mandarim a mais de mil alunos de 15 escolas dos distritos de Braga, Porto e Aveiro. O responsável vai evocar ainda as comemorações deste Ano do Cão, o 11º signo do horóscopo chinês, que é associado à lealdade e honestidade.

De seguida há uma canção tradicional chinesa interpretada por alunos de Chinês de escolas de Braga e uma performance de dança tradicional por Lilia Balinska, do mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês da UMinho. Às 16:30 decorre a famosa Dança do Leão, com um duo dentro de uma fantasia do animal e a replicar os seus gestos.

Logo depois decorrem demonstrações de artes marciais, desde kung-fu a tai-chi. No final do dia repetem-se as atividades matinais, dando uma nova oportunidade aos cidadãos e às famílias de, por exemplo, levarem para casa mensagens em caracteres chineses, receberem envelopes vermelhos ou saborearem o típico chá. Há mais detalhes no site.

EM FOCO

Populares