Seguir o O MINHO

Cávado

Andor do Senhor dos Passos, de Barcelos, foi integralmente restaurado

Artesanato

em

Foto: CM Barcelos

O andor do Senhor dos Passos de Barcelos foi integralmente restaurado, estando agora pronto para a exposição “Ouro e Prata na Real Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz”, que abre amanhã, às 16:00, na Sala Gótica dos Paços do Concelho e que mostrará “um espólio único, pertencente ao Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, e delicadamente cuidado pela Real Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz”.

Em comunicado, a Câmara de Barcelos recorda que esta imagem do Senhor dos Passos foi feita em Roma, por Giuseppe Berardi, em 1875, e foi restaurada agora, bem como o andor com “especial atenção para os resguardos”, restaurado pelas Carmelitas do Mosteiro de Bande (Carmelitas do Carmelo do Porto), que conseguiram substituir o pano de fundo colocando-lhe as aplicações originais, feitas com fio de prata e ouro.

Esta exposição permite fazer uma viagem pela história, com mais de 500 anos. Começa com o milagre da Santa Cruz, ocorrido em 1504, onde há relatos que João Pires (Sapateiro na vila) teria encontrado no chão uma cruz negra, próximo do Campo da Feira.

Seguem-se na exposição as vestes; primeiro a opa que o provedor usa nas procissões, com a sua vara de prata.

Destaque para o emblema da irmandade bordado a fio de ouro. Depois uma casula, das muitas que existem no espólio, também ela bordada a fio de ouro.

Segue um apontamento com escultura barroca, o Santo Inácio de Loiola que estaria no coro financiado pelo Inácio da Silva Medela.

Populares