Seguir o O MINHO

Braga

Andam a roubar flores em cemitérios de Vila Verde

Lage e Prado

em

Cemitério da Lage. Foto: Google Maps

Têm sido frequentes os furtos de flores nos cemitérios de Prado e Lage, no concelho de Vila Verde.

“Eu e os meus familiares temos sepulturas e jazigos nos cemitérios de Lage e Prado e constantemente há roubos de flores”, conta a O MINHO um dos lesados, António Barroso.

Ainda no último fim de semana, no cemitério da Lage, “numa das sepulturas de família, arrancaram as flores e, inclusivamente, partiram a floreira”, realça. “E se colocarmos alguma coisa mais bonita – um vaso, um ornamento – também desaparece”.

António Barroso alertou o pároco e a Junta de Lage, mas não participou o caso à GNR por notar que, sem testemunhas, o processo seria arquivado.

O cemitério de Prado está fechado à noite, mas o de Lage, apesar de ter horário de funcionamento, permanece aberto.

O cidadão lesado refere que se “suspeita” que as flores sejam furtadas “para colocar em jardins de habitações particulares”, mas não descarta que possa ser também para comércio ou puro vandalismo.

Como O MINHO noticiou, também em Braga, nomeadamente do cemitério de Este S. Pedro, andam a furtar flores, tendo, neste caso, o alerta sido dado pela autarquia, que comunicou o caso às autoridades.

Populares