Seguir o O MINHO

Alto Minho

Anabela Rodrigues é a primeira mulher candidata pelo PS a uma Câmara do Alto Minho

em

A Comissão Política de Valença do Partido Socialista anunciou esta segunda-feira que a presidente da estrutura Anabela Rodrigues, de 44 anos, será a candidata do partido à Câmara Municipal de Valença, nas eleições autárquicas do próximo ano.

Psicóloga de profissão, a também vereadora da oposição na autarquia foi escolhida pelos orgãos concelhios por unanimidade, tornando-se assim na primeira mulher socialista a candidatar-se a uma câmara municipal no distrito de Viana do Castelo, conforme é sublinhado na nota enviada a O MINHO.

“Decidi aceitar o desafio que me foi lançado pelo partido tendo em conta a experiência que adquiri ao longo de 16 anos ligada de uma forma ou de outra à autarquia. Entendi também ser um imperativo de consciência por considerar que Valença precisa de uma nova aragem e dinâmica”, disse a candidata do PS à agência Lusa.

“Esta candidatura primará pela diferença também pela grande aposta que existirá na participação feminina, para além das cotas de género impostas por lei, e na juventude, com um rejuvenescimento das listas a apresentar a sufrágio”, pode ler-se naquela nota.

O Município de Valença é liderado desde 2009 por Jorge Mendes (PSD), autarca que os socialistas acusam de ter “conduzindo o concelho a um marasmo e uma apatia constrangedoras”.

“Esta candidatura do Partido Socialista ao Município ambiciona recolocar Valença num trilho de crescimento e desenvolvimento que foi interrompido pelo actual executivo municipal liderado pelo PSD nestes últimos 7 anos”, acrescenta.

Os socialistas de Valença pretendem potenciar a “privilegiada localização geográfica de Valença” de forma a tornar o concelho “numa referência do Alto Minho e da Euro-Região Galiza-Norte de Portugal”.

Nas eleições autárquicas de 2013 Anabela Rodrigues integrou, em segundo lugar, a lista do PS então encabeçada por Diogo Cabrita.

 

Notícia atualizada às 11h49.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Valença. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Viana do Castelo

Mulher morre atropelada em Viana

Na EN 13, em Chafé

em

Uma mulher de 59 anos morreu, este sábado às noite, na sequência de um atropelamento, na Estrada Nacional (EN) 13, em Chafé, avança o Correio da Manhã.

De acordo com o jornal, o alerta foi dado cerca das 21:40, tendo o condutor da viatura sofrido ferimentos ligeiros e levado ao Hospital de Viana do Castelo.

(em atualização)

Continuar a ler

Alto Minho

Ex-vice-presidente de Ponte da Barca ouvida pela PJ em processo de alegada corrupção

Maria José Gonçalves foi vice de Augusto Marinho, autarca do PSD desde 2017, que lhe retirou os pelouros

em

Foto: DR

A ex-vice-presidente da Câmara de Ponte da Barca e atual vereadora sem pelouro disse hoje à Lusa ter sido inquirida pela Polícia Judiciária (PJ) de Braga na sequência de uma denúncia anónima relacionada com alegada corrupção naquele município.

“Fui notificada pela PJ de Braga para ser inquirida, o que veio a acontecer, no dia 06 de junho, no posto da GNR de Ponte da Barca. Fui ouvida durante cerca de três horas por três inspetores que me informaram que aquele procedimento decorria de uma denúncia anónima relacionada com corrupção no processo de promoção do funcionário e vereador Inocêncio Araújo. Perguntaram-me se era a autora da denúncia anónima, o que neguei em absoluto”, explicou Maria José Gonçalves.

A professora de 55 anos adiantou que, na reunião ordinária de quinta-feira, informou o executivo municipal, liderado pelo social-democrata Augusto Marinho, da inquirição da PJ.

A Lusa tentou ouvir o presidente do município, mas sem sucesso.

Em comunicado hoje emitido, a Câmara de Ponte da Barca explicou que “os serviços municipais foram contactados no dia 06 de junho pela Polícia Judiciária, tendo cedido voluntariamente e de boa-fé toda a informação e documentação solicitada”.

Em outubro de 2018, Maria José Gonçalves, então vice-presidente da maioria social-democrata, absteve-se na votação do orçamento para 2019, alegando “não ter sido envolvida” na sua elaboração decidida “unilateralmente” pelo presidente da autarquia.

Em dezembro, a professora, disse à Lusa estar a ser vítima de ‘bullying’ laboral por parte do presidente da câmara, depois de se ter abstido naquela votação.

Em janeiro de 2019, na primeira reunião do executivo municipal, Augusto Marinho anunciou a nomeação de Inocêncio Araújo, um dos três eleitos do PS, como vereador a meio tempo na maioria PSD e a introdução de rotatividade na vice-presidência, até aí desempenhada por Maria José Gonçalves.

Em comunicado publicado no sítio do município na internet, no dia 25 de janeiro, a autarquia, justificava a decisão de cessação das funções de Maria José Gonçalves como vereadora em regime de tempo inteiro com a “pública desarticulação política”.

Maria José Gonçalves regressou à escola secundária da vila, onde é professora, depois de ter sido informada da retirada dos pelouros que detinha.

O orçamento para 2019 da maioria PSD foi viabilizado por Inocêncio Araújo, vereador eleito pelo PS. Por despacho do presidente da câmara, Inocêncio Araújo passou a vereador a meio tempo e, viu ainda aprovada, por maioria, a sua promoção de encarregado operacional a técnico superior da Câmara de Ponte da Barca.

O apoio de Inocêncio Araújo à maioria PSD está na origem do pedido de expulsão do partido que a concelhia local do PS enviou, em dezembro, para o conselho de jurisdição da federação distrital.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana recua à Idade Média por uns dias

XII Feira Medieval começou na quinta-feira à noite (imagens) e prolonga-se até domingo (programa)

em

Fotos: Divulgação / Facebook de Viana Festas

Artesãos, mercadores, regatões e artífices, vindos dos mais diversos lugares, transformam, por estes dias, o centro histórico dde Viana do Castelo, num espaço privilegiado de encontro, negócio, lazer e de comes e bebes.

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

A XII Feira Medieval de Viana do Castelo, que começou na quinta-feira e termina domingo, pretende ser um espaço de animação e convívio, criado com o objetivo de dar a conhecer ao público caraterísticos da Idade Média.

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

Foto: Facebook de VianaFestas

“É intenção que a Feira retrate acontecimentos ou tradições de carácter local ou regional, fundamentados em documentação ou outros elementos da história local. Nestes cinco dias de Feira estarão presentes”, lê-se numa nota de divulgação da organização.

Programa

DESCARREGAR >

 

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares