Seguir o O MINHO

Famalicão

Ana Bacalhau a solo na Casa das Artes de Famalicão

em

Foto: Divulgação/Rui Bandeira

Depois de uma década a dar voz às canções da Deolinda, Ana Bacalhau prepara-se para regressar à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, mas desta vez a solo. A cantora portuguesa atua este sábado, dia 02 de dezembro, no grande auditório do espaço cultural famalicense, num concerto de apresentação do seu novo álbum, intitulado “Nome Próprio”. Uma semana depois, a cantora apresenta-se em Ponte de Lima, e em Braga no ano que vem.


“Leve como uma pena” e “Ciúme” são os primeiros registos do mais recente trabalho discográfico da cantora, editado no final do passado mês de outubro e para o qual Ana Bacalhau contou com a colaboração de alguns amigos, como Samuel Úria, Jorge Cruz, Nuno Prata, Capicua, Márcia, entre outros.

“Foi uma década de sonhos cumpridos através da voz maior da Deolinda. Neste momento, há projetos adiados que todos precisamos de experimentar para que possamos aprender e melhorar a nossa arte individual”, revelou recentemente através da sua página oficial no Facebook.

Ana Bacalhau prepara-se agora para transportar as novas canções para o palco, com uma extensa digressão que vai passar por todo o país.

A banda que acompanhou Ana Bacalhau nas gravações, e que será também a sua banda de palco, é composta por Luís Figueiredo (teclados), Luís Peixoto (cavaquinho, bouzouki e banjo), Alexandre Frazão (bateria e percussão) e Zé Pedro Leitão (contrabaixo e baixo).

O concerto deste sábado em Famalicão está marcado para as 21:30 e tem a duração de 75 minutos. A entrada tem o custo de 10 euros, reduzindo para 5 euros para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural, e pode ser comprado online.

Anúncio

Ave

Ferido grave após capotamento na A7 em Famalicão

Acidente

em

Foto: Bombeiros de Famalicão / Facebook

Um homem ficou gravemente ferido após a viatura onde seguia se ter despistado e capotado na A7, ao quilómetro 10,3, no sentido Famalicão – Vila do Conde.

Os Bombeiros Voluntários de Famalicão transportaram a vítima para o hospital de Braga.

Até ao momento não foi possível apurar a idade do ferido, mas segundo adiantou fonte da GNR a O MINHO trata-se de um idoso.

O alerta foi dado às 8:25.

A corporação de Famalicão mobilizou para o local sete operacionais e duas viaturas, tendo o apoio da VMER.

A GNR registou a ocorrência.

Notícia atualizada às 11h35.

Continuar a ler

Ave

Famalicão inaugura ‘monobloco’ em dia de aniversário da cidade

Dia da Cidade

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, foi o cicerone da sessão solene do Dia da Cidade, que se realizou esta quinta-feira à tarde, na entrada principal do Parque da Devesa, junto à estação rodoviária.

O espaço, um dos grandes cartões de visita da cidade, passou a ser simbolicamente chamado de Praça da Cidadania e ostentará como elemento de homenagem aos famalicenses o símbolo do concelho e a palavra Famalicão em monobloco.

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Esta foi uma das formas que o município de Vila Nova de Famalicão encontrou para marcar o Dia da Cidade 2020, que se realizou realizou em circunstâncias muito especiais com uma grande homenagem coletiva do presidente ao território pela forma como Vila Nova de Famalicão soube reagir à pandemia da covid – 19.

“O que é justo este ano é medalhar todos os famalicenses”, disse o autarca aquando a apresentação da proposta para as comemorações do Dia da Cidade 2020.

“Os famalicenses deram e estão a dar uma resposta exemplar, não só ao nivel profissional – os profissionais da saúde, da segurança pública, os voluntários das corporações de bombeiros, mas também muitos profissionais de outras áreas, como a recolha do lixo, o setor alimentar, agricultores, indústrias e seus trabalhadores, transportadoras e seus motoristas de ligeiros e pesados, etc… -, mas também ao nível pessoal, pela forma como as pessoas souberam recolher-se ao confinamento familiar e sabem acatar as regras da DGS, ajudando desta forma a combater a propagação da covid 19”.

Continuar a ler

Ave

Despiste seguido de capotamento na A7 faz um ferido

Sentido Famalicão-Guimarães

em

Foto: Facebook de Bombeiros de Famalicão

Uma pessoa sofreu ferimentos na sequência de um despiste, seguido de capotamento, na Autoestrada n.º 7, em Famalicão, disse a O MINHO fonte do CDOS.

Por motivos que estão por apurar, a viatura terá entrado em despiste quando seguia no sentido Famalicão-Guimarães, ao quilómetro 28,7.

Para o local foi mobilizada uma ambulância de socorro dos Bombeiros de Famalicão, prestando primeira assistência à vítima, cuja idade não foi possível apurar.

O sinistrado foi transportado para uma unidade hospitalar por aquela corporação.

O alerta foi dado cerca das 13:30 horas.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares