Seguir o O MINHO

Braga

Amadeu celebra 100 anos depois de uma vida a tratar dos campos em Braga

Há mais um centenário no Minho

em

Foto cedida a O MINHO

Há mais um centenário no Minho. Amadeu Marques celebra este domingo o centésimo aniversário, efeméride que está a ser comemorada por toda a família em Portugal, Espanha, França, Mónaco e Inglaterra.

Face às circunstâncias da pandemia, os parabéns vão ser cantados via Zoom, para grande tristeza da família, como contou o neto Rui Oliveira Marques.

“Só esperamos que a próxima festa seja já na sua casa na Morreira e que toda a família possa estar outra vez junta”, disse o familiar a O MINHO.

Nascido a 07 de março de 1921, Amadeu começou a trabalhar na agricultura aos seis anos, atividade que exerceu toda a vida com excepção de quatro anos passados em França como emigrante.

Para o neto, o segredo na longevidade de Amadeu poderá estar precisamente na vida rural que levou: “Provavelmente trabalhar tantos anos, com o ritual diário de tratar dos campos e dos animais, ajudou a que continuasse com uma boa saúde e não se acomodasse”.

Natural de Penso S. Vicente (mas a residir há 90 anos em Morreira), Amadeu casou com 24 anos e teve onze filhos, 16 netos e dez bisnetos.

Numa nota publicada pela família pode ler-se que, aos 100 anos, ainda é bastante autónomo e “muito atento” ao que se passa na atualidade. Ainda gere as próprias economias e valoriza a família.

“Sente-se uma pessoa muito feliz, de bem com a vida”, lê-se na mesma nota.

Populares