Seguir o O MINHO

Braga

Aliança Braga congratula-se com plano de expansão e renovação dos TUB

Eleições autárquicas 2021

em

Foto: Divulgação

A concelhia de Braga do Partido Aliança considerou que Braga tem hoje uma pressão acrescida sobre os transportes públicos por causa do aumento de população do concelho, “em contraciclo com a maioria dos restantes concelhos do país”.

Em visita à administração da empresa municipal de transportes, a concelhia do Aliança quis valorizar “os mais de 230 motoristas, os trabalhadores das oficinas e das restantes áreas da empresa, para além dos serviços inovadores que têm sido fortemente incrementados pela TUB em benefício dos utentes”.,

A concelhia, liderada por Carlos Vaz, destacou “a total digitalização no processo de emissão de passes e a nova rede de 107 postos para o seu carregamento”.

O administrador Teotónio dos Santos, citado em comunicado enviado a O MINHO, apresentou as “três vertentes de serviço publico de transporte, estacionamento e consulting, uma vertente de serviço interno e a congéneres de outros concelhos”.

“A herança do anterior executivo PS, com a frota envelhecida, divida de sete milhões de euros, acrescida da divida à ADSE e de uma total ausência de condições para os trabalhadores, criaram enormes constrangimentos e limitaram as ambições desta administração. Contudo, foi fácil constatar a otimização, a renovação continua da frota e a digitalização na operação que coloca TUB e a EUB a um nível de excelência”, considera o Aliança.

De acordo com o partido, os “25 autocarros novos reforçam o plano de renovação da frota, que conta atualmente com 137 autocarros na operação e melhoram as frequências de linha entre 15 e 20 minutos”.

“A par destes investimentos a TUB promoveu a revolução dos tarifários, eliminou a coroa três e alargou a cobertura da primeira coroa, passes gratuitos para estudantes, entre outros apoios a idosos e a gratuidade para os ex-combatentes com passes gratuitos”, conclui o comunicado.

Populares