Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Aliança acusa Câmara de Viana de “vetar” candidato do partido em inauguração de museu

Eleições autárquicas

em

Foto: DR

Rui Martins, candidato do Aliança à Câmara de Viana, acusa o executivo de ter “vetado” a presença do cabeça de lista do partido à Assembleia Municipal, Agostinho Gomes, na inauguração do Museu do Património Mineiro, em Lanheses, integrado no Projeto do Geoparque do Litoral.

Em comunicado enviado a O MINHO, Rui Martins recorda que este projecto envolveu várias entidades, entre as quais o Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, do qual Agostinho Gomes, professores, foi diretor durante 30 anos e “um dos mais entusiastas obreiros deste projecto e do Museu agora inaugurado, por todos reconhecido”.

“Alegadamente o seu nome até já constaria numa placa preparada para a cerimónia”, acrescenta.

E prossegue: “A Câmara Municipal, que agora toma esta atitude inqualificável numa sociedade que pretendemos tolerante nos comportamentos e reconhecida àqueles que deram o seu melhor ao serviço da sua comunidade, é a mesma que, em finais de 2019, emitiu um voto de louvor quando Agostinho Gomes cessou as funções de director e se aposentou”.

“O que mudou, entretanto?”, questiona o candidato para logo dar a resposta: “Nada, excepto ter aceite ser o cabeça de lista do Aliança à Assembleia Municipal”.

O candidato regista, ainda, “com agrado e respeito democrático as manifestações de solidariedade de concidadãos ligados a outras candidaturas”, com destaque para a de Eduardo Teixeira, da coligação PSD/CDS, que lamentou “a injustiça que tinha acabado de ouvir e o clima de medo que se vive em Viana”.

Populares