Seguir o O MINHO

Alto Minho

Alegado incendiário de Ponte de Lima fica em prisão domiciliária

Terá ateado três fogos em Calvelo

em

Foto: Joaquim Gomes / O MINHO

O alegado incendiário de Ponte de Lima detido pela Polícia Judiciária de Braga, ficou ao final da tarde desta sexta-feira em prisão domiciliária, controlado por pulseira electrónica.

Segundo O MINHO apurou junto das autoridades policiais, o suspeito, de 46 anos, que reside na freguesia de Calvelo, em Ponte de Lima, para já ainda não justificou o motivo para alegadamente ter ateado um fogo florestal em 23 de agosto, mas entretanto é suspeito de mais dois incêndios florestais, também em agosto, nas proximidades da sua residência.

As investigações criminais da PJ de Braga prosseguem para esclarecer melhor as circunstâncias dos três crimes de incêndio florestal.

Populares