Adeptos ingleses rendidos a Braga: “Ambiente soberbo”

Os adeptos ingleses do Wolverhampton, que se deslocaram até ao Norte de Portugal nos últimos dias, viveram momentos de pânico na cidade do Porto, alegadamente depois de terem sido atacados por um grande grupo de hooligans provenientes da Bélgica, causando vários estragos em bares da invicta e, pelo menos, um adepto do The Wolves esfaqueado.

No entanto, esta quinta-feira, o cenário vivido pelos cerca de seis mil adeptos ingleses (números avançados pelo clube, mas não confirmados) na cidade de Braga foi o oposto da noite de violência de quarta-feira.

A imprensa inglesa destaca mesmo a receção dos comerciantes de Braga aos lobos, permitindo que estes colocassem bandeiras e tarjas nos andares superiores do edifício da Arcada, junto à Praça da República.

“Em Braga, os adeptos do Wolves  [Wolverhampton] foram recebidos de braços abertos e com um espírito de elevação”, escreve o diário regional de Wolverhampton, Expressandstar

“Esses tempos [hooliganismo] já acabaram”

O MINHO falou com alguns adeptos que, para além de algumas críticas à falta de transportes, deixam elogios à cidade e negam responsabilidades nos eventos violentos que ocorreram nos dias anteriores, na cidade do Porto.

“Um grupo grande de belgas andava pelos bares à procura de pequenos grupos de ingleses para incitar à violência”, começa por referir Christopher Green. “Quando chegou um grupo maior de adeptos do Wolves, as coisas ficaram negras”, avançou.

Os belgas jogaram, esta quinta-feira, em Guimarães, tendo-se encontrado, na quarta-feira, na cidade do Porto, depois de chegarem do aeroporto.

Ao jornal inglês, um dos adeptos do Wolves refere que “esses dias [do hooliganismo], já acabaram, só queremos passar um dia livre e beber umas cervejas”.

Festa em Braga

“Felizmente, em Braga, existiu uma atmosfera de festa, com bandeiras penduradas nas janelas e nas varandas”, escreve o mesmo jornal, citando Jason Brooks, adepto vindo de Dudley. “Isto tem muita classe, a atmosfera [nas ruas de Braga] é ridícula, muito melhor que grande parte dos jogos”, disse. Ryan O’Connor deixou elogios aos bracarenses, classificando-os como “gente amigável”. Já Lee Bidwell declarou que o ambiente em Braga “é soberbo”.

Insatisfeitos com entrada tardia no estádio

Uma grande falange de adeptos do Wolves acabaria por ficar retido no centro de Braga, sem transporte para o estádio.

Os relatos através do Twitter dão conta de um único táxi disponível para cerca de 200 adeptos, a meia-hora de iniciar o jogo e ainda um atraso significativo durante a revista policial, à entrada do recinto.

Chegados ao estádio, os adeptos acabariam por entrar muito para lá da hora do início do jogo, já com o Wolves à frente do marcador.

No final, satisfação para ingleses e portugueses, com o empate a 3 bolas a permitir o apuramento das duas equipas para os 16 avos de final da Liga Europa.

 

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Crianças de Braga voltam a recriar "milagre da fruta" de São Geraldo

Próximo Artigo

Mais contentores de lixo em Viana para depósito dos resíduos de embrulhos de Natal

Artigos Relacionados
x