Seguir o O MINHO

Guimarães

Abertas as inscrições para o Banco de Terras de Guimarães

Incubadora de Base Rural

em

Foto: DR

A Câmara de Guimarães já abriu as inscrições para o Banco de Terras, onde proprietários podem arrendar ao município terrenos abandonados ou sem qualquer utilização, para serem depois subarrendados a quem queira criar negócio de base rural.

De acordo com a autarquia, as inscrições estão abertas até 31 de dezembro, com as candidaturas a serem disponibilizadas a partir do aviso de abertura.

Este Banco de Terras foi lançado através da Incubadora de Base Rural (IBR Guimarães), e, de acordo com a autarquia, é “um instrumento através do qual proprietários podem arrendar ao Município terrenos abandonados/sem utilização de que sejam detentores, para que este os subarrende a empreendedores com vontade em criar o seu próprio negócio de base rural”.

Em comunicado, a autarquia sublinha que “o Banco de Terras de Guimarães corporiza um conjunto de benefícios para o proprietário, na medida em que valoriza os seus terrenos com potencial agrícola ou florestal, tem garantia de renda por parte do Município de Guimarães, recebe o património fundiário no mesmo estado de uso ou ainda melhor do que o estado inicial e deixa de ter custos com a limpeza anual de vegetação, espécies arbustivas e manta morta”.

Anúncio

Guimarães

Homem de 35 anos em estado grave após colisão em Guimarães

Em Creixomil

em

Um homem, com 35 anos, sofreu ferimentos graves na sequência de uma colisão frontal, ao início da noite deste domingo, na cidade de Guimarães.

A colisão ocorreu na Rua da Pisca, em Creixomil, provocando ainda ferimentos ligeiros num outro interveniente, um homem com 67 anos.

“Houve necessidade de desencarcerar a vítima mais nova”, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

No local, estiveram os Bombeiros de Guimarães com três viaturas e oito operacionais.

A equipa médica da VMER de Guimarães fez acompanhamento clínico do ferido grave até ao hospital local, para onde ambas as vítimas foram transportadas.

A PSP registou a ocorrência.

Continuar a ler

Guimarães

Encontrado telemóvel de homem desaparecido há 10 dias em Guimarães

Desaparecimento de Fernando ‘Conde’ envolto em mistério

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

As autoridades policiais recolheram, este sábado, o telemóvel de Fernando Conde, sexagenário desaparecido em Guimarães desde o passado dia 08 de janeiro. O aparelho foi encontrado num afluente do rio Ave, junto à Estrada Nacional 103, na freguesia de Barco, concelho de Guimarães.

Esta nova descoberta, feita pela Associação Portuguesa de Busca e Salvamento, pode trazer uma explicação para este desaparecimento, envolto em mistério desde o início, uma vez que o homem não sofria de quaisquer doenças nem estava deprimido.

Este domingo, a família irá realizar buscas com outros populares, junto ao rio Ave, para tentar encontrar o corpo de Fernando.

Familiares desconfiam que este estará no rio, embora as primeiras buscas realizadas por mergulhadores profissionais, na última semana, não tenham sido frutíferas.

Este sábado, os mergulhadores encontraram o telemóvel durante buscas onde existia o último registo de rede móvel do aparelho do desaparecido.

A Polícia Judiciária está com o caso, uma vez que não está descartada a hipótese de crime.

Continuar a ler

Guimarães

Ensaios abertos de Fado regressam a Guimarães

Associação Guimarães Fado

em

Foto: Divulgação

A Associação Guimarães Fado retomará este sábado os seus ensaios abertos para o Fado de Lisboa, foi hoje anunciado.

De entrada livre e gratuita, esta atividade recebe todos os interessados em cantar, tocar guitarra portuguesa e viola ou simplesmente assistir a uma ação que “claramente estimula a parceria e o dialogo entre as diversas gerações do Fado, tal como a solidariedade entre os diferentes estratos sociais sob o domínio da arte e cultura”. Os ensaios decorrem entre as 15:30 e as 18:30, no salão de chã Avô João, Avenida da República, em Caldas das Taipas.

(recorde abaixo a reportagem de Pedro Antunes Pereira e Paulo Jorge Magalhães)

Silêncio! Em Guimarães também se canta o fado

 

“Deste grupo informal e amador de participantes que se criou, surgiu um elenco musical que através do seu espetáculo (Os Amantes do Fado) divulga a sua arte e paixão ao Fado, em toda a região do Minho por entre restaurantes e auditórios”, pode ler-se em nota enviada.

Continuar a ler

Populares