Seguir o O MINHO

Futebol

Abel Ferreira vence Taça Libertadores da América com o Palmeiras

Ex-SC Braga

em

Foto: Twitter

O Palmeiras de Abel Ferreira ganhou a Taça Libertadores da América, vencendo o Santos, por 1-0, com um golo nos últimos minutos da partida.

Um golo do suplente Breno Lopes nos descontos, aos 90+9 minutos, selou o título do ‘verdão’, que, na sua quinta final, repetiu o feito único de 1999, então sob o comandado pelo ex-selecionador português Luiz Felipe Scolari.

https://twitter.com/SPORTTVPortugal/status/1355639552350822410?s=09

No palmarés da prova, o Palmeiras sucedeu ao Flamengo, que tinha arrebatado a edição de 2019 sob o comando do atual treinador do Benfica Jorge Jesus, depois de bater o River Plate por 2-1, na primeira final a um só jogo na história da prova.

Abel Ferreira é o sexto treinador português a consagrar-se campeão continental de clubes, replicando Jorge Jesus e ainda Manuel José, em África, e Artur Jorge, José Mourinho e André Villas-Boas, na Europa.

Este é o seu primeiro título sénior como treinador de futebol, numa carreira iniciada há quase uma década.

Oficializado como técnico do clube brasileiro em 31 de outubro de 2020, o técnico luso, de 42 anos, apanhou o ‘comboio’ nos oitavos de final e passou três eliminatórias, até à final de sábado, marcada para o Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

No caminho rumo ao jogo na ‘cidade maravilhosa’, o Palmeiras deixou para trás os equatorianos do Delfín, nos ‘oitavos’, os paraguaios do Libertad, nos ‘quartos’, e, com grande polémica, os argentinos do River Plate, nas ‘meias’.

A terceira final 100% brasileira, no mítico Maracanã, teria, qualquer que fosse o resultado, o ‘selo’ luso, pois Jesualdo Ferreira é o treinador que iniciou o percurso do Santos naquela prova, fazendo os dois primeiros jogos da fase de grupos.

https://twitter.com/TNTSportsBR/status/1355642006412943364?s=09

https://twitter.com/Palmeiras/status/1355637818693971975?s=19

Jesus foi o primeiro treinador luso a arrebatar a prova, em 60 edições (começou em 1960), mas, um ano volvido – mais, porque a pandemia da covid-19 adiou parte da edição 2020 para 2021, Abel Ferreira é segundo.

Populares