Seguir o O MINHO

Futebol

“A equipa pôs-se cá atrás e pôs-se a jeito”

Carlos Carvalhal

em

Foto: Arquivo

Declarações dos treinadores após o empate (1-1) entre o Santa Clara e o Sporting de Braga, a contar para a I Liga de futebol.

Carlos Carvalhal (treinador do SC Braga): “Um jogo que no início estava um pouco repartido, mas depois, com o decorrer do tempo, conseguimos levar o Santa Clara para trás. A partir dos 20 minutos e até ao intervalo o Santa Clara resguardou-se.

Acontece aquilo que acontece muitas vezes no futebol. A equipa está a ganhar e recua. Não há intencionalidade do treinador e dos jogadores em recuar. É o intuito de guardar o resultado. A equipa pôs-se cá atrás e pôs-se a jeito.

Eu percebo o instinto é natural da defesa de guardar aquilo que era precioso que eram os três pontos. A minha equipa trabalhou muito nos 90 minutos para conseguir um bom resultado num campo pesado, num campo difícil, contra um adversário difícil, de qualidade e que se juntou muito e defendeu muito bem.

Acho que tirando estes cinco seis minutos [finais], acho que a minha equipa, no cômputo geral, foi, na minha ótica, quem mereceu ganhar o jogo, mas também temos de dar mérito ao adversário por acreditar até ao fim”.

Daniel Ramos (treinador do Santa Clara): “Nós melhorámos claramente do ponto vista defensiva relativamente aos últimos jogos e também ofensivamente. Olhando para o jogo, aquilo que foi uma primeira uma parte onde entramos melhor no jogo, conseguimos estar por cima nos primeiros 15 minutos e depois um jogo equilibrado.

Para a segunda parte, ao intervalo, falamos sobre continuarmos a arriscar no jogo e não deixar de abdicar do que nós treinamos e o que somos e o que queremos. O jogo teve repartido em vários momentos, com as duas equipes a tentar ganhar o jogo.

Nos últimos 15 minutos há uma diferença grande do ponto vista de que foi um melhor Santa Clara do que o Braga. Fomos melhores. Criámos um caudal ascendente. Causamos muitas dificuldades à equipa do Braga.

Hoje o que me agradou é que tentámos sempre, dificultámos sempre, atacámos sempre que possível e isso traz-me uma sensação muito boa porque é isso que nos pedimos. Espero rapidamente que consigamos uma vitória”.

Populares