A bola da “Mão de Deus” de Maradona foi leiloada por dois milhões de euros

Árbitro do jogo guardou a bola

A bola usada no jogo entre Argentina e Inglaterra, no Mundial de 1986 e com a qual Diego Maradona fez dois golos, foi leiloada esta quarta-feira, em Londres, por dois milhões de libras – quase dois milhões de euros. A leiloeira Graham Budd, sediada em Londres, anunciou em outubro que esperava uma venda entre 2,5 (2,8 milhões de euros) e três milhões de libras (3,4 milhões).

Há 36 anos, Diego Armando Maradona fez dois dos golos mais famosos da história do futebol com a Adidas Azteca. Primeiro, o argentino adiantou a seleção com a mítica “mão de Deus”, antes de aumentar a contagem com o “golo do século”.

O árbitro Ali Bin Nasser, acredita que este é o momento certo para “partilhar com o mundo” um objeto que “faz parte da história do futebol”. “Foi um presente de Deus para mim depois de muitos, muitos anos como árbitro”, afirmou. Na altura, o árbitro acabou por levar a bola para casa como recordação.

As regras da FIFA deixavam que os árbitros levassem as bolas dos jogos “como recordação”. Nasser confessa que teve sorte “de trabalhar em dois jogos: o primeiro foi o Polónia-Portugal, na fase de grupos, e depois o Argentina-Inglaterra, para os quartos-de-final”, este segundo “o melhor momento” da carreira, afirma.

Aos 78 anos, o ex-árbitro tunisino espera que os lucros da venda possam dar uma vida melhor à sua família, mas também vai doar alguns dos fundos a instituições de caridade.

A camisola usada por Diego Maradona no jogo que eliminou a Inglaterra do mundial de 86 já foi leiloada por um recorde de cerca de 8,8 milhões de euros, no passado mês de maio.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Braga: Maior presépio ao vivo da Europa regressa em 11 de dezembro

Próximo Artigo

Alunos do politécnico de Viana desafiados por empreendedores: "Arriscar, testar, falhar, ter iniciativa"

Artigos Relacionados
x