Seguir o O MINHO

Braga

52.ª AGRO: Segundo dia foi da Galiza

Feira agropecuária prolonga-se até domingo

em

Foto: Divulgação

Esta sexta-feira foi assinalado o Dia da Galiza na 5.2ª edição da AGRO, emblemática montra do setor agropecuário nacional, que tem lugar no Altice Forum Braga, até domingo.

As celebrações dedicadas ao Dia da Galiza contaram com a presença da Fundación Semana Verde de Galicia e de uma comitiva oficial presidida por Marisol Díaz Mouteira, delegada do Governo da Galiza.

Foto: Divulgação

A receção esteve a cargo de Altino Bessa, Vereador da Câmara Municipal de Braga, Carlos Silva, Administrador da InvestBraga, e José Carlos Coutinho, Diretor Geral da InvestBraga.

Durante o dia decorreram ainda duas iniciativas que promoveram o debate do setor. O seminário a cargo da FORESTIS, realizado no pequeno auditório do Altice Forum Braga, abordou o tema da “Floresta, Economia e Cadastro”.

Altino Bessa e José Gaspar, Vice-Presidente da Forestis, presidiram à sessão de abertura do primeiro debate da AGRO 2019, aos quais se seguiu uma apresentação da Secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, intitulada “Cadastro Simplificado: Experiência do Projeto BUPi”.

Foto: Divulgação

O tema central do seminário foi debatido entre os convidados Sofia Carvalho, Vice-Presidente do Instituto dos Registos e Notariado, Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Luís Sarabando, Coordenador da Associação Florestal do Baixo Vouga, e Isolete Matos, Consultora da Sonae Indústria.

Miguel Freitas, Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, encerrou os trabalhos de um seminário rico na partilha de conhecimento sobre a importância do cadastro na economia e ordenamento florestal e a forma como colocar em perspetiva os resultados do projeto piloto decorrido em dez municípios do país.

Tempo ainda para a IV Conferência Internacional sobre as Bio-Regiões, organizada pela IN.N.E.R. – International Network of Eco Regions. Os temas a debate focaram o incentivo ao nascimento de mais Bio-Regiões em Portugal, onde seja possível envolver toda a comunidade na gestão sustentável dos recursos locais, promover a cultura do biológico numa abordagem territorial, contribuir para um desenvolvimento atento à conservação dos recursos, o respeito do meio ambiente, a valorização dos diferentes locais e, desta forma, a qualidade de vida. Houve também espaço nesta conferência para apresentar a estratégia para o futuro.

Destaque também para a 1.ª edição do Concurso de Ovelhas da Raça Bordaleira de Entre Douro e Minho e Churra do Minho e para os já tradicionais concursos pecuários da Raça Arouquesa e da Raça Maronesa.

O programa de espetáculos inserido na 52ª AGRO iniciou-se esta sexta-feira com o concerto de Zé Amaro, pelas 22:00 horas.

Sábado, pelas 21:00, o Altice Forum Braga recebe o VI Momentmum Fado, festival de tunas da Tuna de Medicina da Universidade do Minho. Na tarde do último dia do certame atua Daniel Pereira Cristo, pelas 15:00, também no Grande Auditório.

Recorde-se que a AGRO é uma das principais montras daquilo que de melhor se faz no setor agropecuário em Portugal. A feira reúne os principais agentes do setor (agricultores, criadores de gado, produtores, importadores, armazenistas e revendedores dos sectores agroalimentar e pecuário, especialistas nacionais e estrangeiros dos sectores agroalimentar e pecuário) e o público em geral.

A edição deste ano conta com mais de 25 000 m² de exposição, 450 máquinas agrícolas, 50 marcas e fabricantes e 250 expositores.

Esta é a única do país a integrar a Eurasco – European Federation of Agricultural Exhibitions and Show Organizers. A AGRO faz ainda parte das feiras acreditadas pela UFI – The Global Association of the Exhibition Industry.

Populares