Seguir o O MINHO

Braga

50.ª edição da AGRO junta cerca de 250 expositores

em

Apresentação da AGRO de 2017. DR

A 50.ª edição da AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação arranca já na próxima quinta-feira, dia 23 de março, no Parque de Exposições de Braga, e prolonga-se até ao dia 26. O certame, organizado pela InvestBraga, é o mais importante do sector primário da região do Norte do país e da Galiza e conta com uma programação especial comemorativa pelas 50 edições.

A inauguração oficial está marcada para as 12:00 de dia 23, com a presença do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

Com cerca de 250 expositores, as grandes novidades da 50.ª edição da Agro são a realização de uma Grande Conferência, no dia 24 de março, durante a qual serão debatidos temas relevantes do sector, tais como a Política Agrícola Comum, a Reforma da Floresta, o futuro da viticultura, o financiamento do sector agrícola e da indústria agro-alimentar, empreendedorismo e inovação e a internacionalização da agricultura e da indústria agro-alimentar; e, no mesmo dia, a Grande Gala 50.ª AGRO, onde serão distinguidas personalidades e entidades que se têm destacado no sector e que conta ainda com a actuação de Aurea.

“A AGRO tem vindo a crescer de ano para ano, não só em termos de número de expositores e visitantes, mas sobretudo no que toca à variedade da oferta, nomeadamente, temos muito mais conferências, seminários e workshops disponíveis para os profissionais e apostámos no reforço da área da agro-indústria. Este ano, em que se assinalam os 50 anos do certame, apresentamos uma programação de excelência”, explicou Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga.

O programa contempla a realização de vários seminários dinamizados por instituições parceiras, sobre agricultura biológica e práticas de sustentabilidade agrícola.

Os concursos são também grandes atracções da Feira. Nesta edição, estreia-se o Concurso Avícola de Raças Autóctones. Fazem ainda parte do programa desta edição os Concursos Pecuários das Raças Arouquesa, Maronesa e Minhota, assim como o VI Concurso Pecuário Nacional da Raça Cachena, o 5º Concurso Pecuário da Raça Holstein Frísia e o 29º Concurso Nacional da Raça Barrosã.

No campo cultural e musical, além da actuação de Aurea, inserida na Grande Gala, ainda no dia 24, Daniel Pereira Cristo também subirá ao palco. No dia 25, actua Quim Barreiros e, no dia 26, há festival de folclore. Estará patente, ao longo do evento, uma exposição com os cartazes das 50 edições da AGRO.

Considerada a maior feira do sector na região Norte de Portugal e uma das maiores a nível nacional, a AGRO é a única do país a integrar a Eurasco – European Federation of Agricultural Exhibitions and Show Organizers. A AGRO faz igualmente parte das feiras acreditadas pela UFI – The Global Association of the Exhibition Industry, e a 50.ª edição do certame conta com a presença de um representante desta associação.

Braga

Novo centro de saúde de Vieira do Minho já tem financiamento garantido

Obras públicas

Foto: Divulgação / CM Vieira do Minho

O novo Centro de Saúde de Vieira do Minho já tem financiamento garantido com ajuda de fundos comunitários, anunciou aquela autarquia.

Em comunicado, a Câmara de Vieira do Minho dá nota da inclusão do financiamento na listagem apresentada sexta-feira pelo Programa Operacional Regional do NORTE 2020, que oficializa o aviso para a apresentação de candidaturas para a construção de infraestruturas na área da saúde.

A construção da Unidade de Saúde de Vieira do Minho é uma das infraestruturas contempladas, um investimento elegível de 1.165.000,00 euros sendo a comparticipação do FEDER de 990.250,00 euros.

“O Município de Vieira do Minho congratula-se com esta inclusão na listagem hoje apresentada e recorda todo o esforço envolvido para que este se tornasse realidade”, refere a nota de imprensa, acrescentando que a autarquia está “totalmente disponível, para em colaboração com a ARS Norte, encetar todas as diligências necessárias para a concretização desta infraestrutura tão desejada pelos vieirenses”.

Continuar a ler

Braga

Não são bem aulas, mas colégio em Braga vai continuar em “sessões online” com os alunos

Confinamento

Foto: Divulgação / CLIB

O Colégio Luso Internacional de Braga (CLIB), fechou as salas de aula ao ensino presencial, na sequência da diretiva governamental para o encerramento das escola, mas os alunos continuaram, desde a manhã de sexta, em “livre contacto” com os seus professores para aprendizagem online.

“Enquanto escola internacional, o CLIB tem um calendário internacional para cumprir baseado no momento dos exames e as aprendizagens dos seus alunos não vão ser comprometidas”, afirma Helena Pina Vaz, diretora do colégio, em comunicado enviado às redações.

“Repudiamos a solução encontrada [fecho tardio das escolas] que, se não fosse absurda, primava por ser original”, diz a diretora.

Helena Pina Vaz diz que o colégio não alinha “em desvarios” nem irá “controlar o que os alunos farão em sessões online com os seus professores”.

“Desejamos que sejam muito produtivas academicamente, assim como bem potenciadoras de crescimento pessoal, pelo bom equilíbrio dos alunos neste momento tão difícil das suas jovens vidas”, vinca.

“Não entendemos como pode o Governo entender proibir o ensino online, dado que estas medidas são para proteção da saúde pública e aulas online não a põe em risco. Como pode alguém ter a veleidade de pretender controlar quem está de férias, ou em final de dia, ou no fim de semana e pretende aprender e alguém que está generosamente disposto para ajudar a fazer acontecer a aprendizagem?”, questiona.

A direção do CLIB afirma o seu espanto com as declarações do ministro Tiago Brandão Rodrigues quando disse que “esta interrupção letiva é para todos” e considera inaceitável a sua sugestão de que o ensino privado está a “espreitar sempre a exceção, o que tem causado tantos problemas em termos sociais”.

“É inconstitucional impedir de ensinar e impedir de aprender, contraria um direito fundamental”, defende Helena Pina Vaz, acrescentando que “os professores estão todos mais do que aptos, no público e no privado, para aulas online e, por isso, hoje, também se poderiam ter adaptado todos”.

Continuar a ler

Braga

12.279 pessoas já recuperaram da covid no concelho de Braga. Há 169 óbitos e 1.720 ativos

Covid-19

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O concelho de Braga registou 219 novos casos de covid-19 entre quinta e sexta-feira. Desde o início da pandemia soma 14.168 infeções.

Casos ativos são atualmente 1.720, mais 20 dos registados na quinta-feira.

Estes números foram apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde e atualizados às 18:00 de sexta-feira.

O número de óbitos subiu para os 169, havendo registo de mais um nas últimas 24 horas.

Há ainda um total de 12.279 recuperados, mais 408 desde quinta-feira.

Há 1.837 pessoas em vigilância ativa.

Continuar a ler

Populares