Seguir o O MINHO

Esposende

4 praias em Esposende com biblioteca

em

O Município de Esposende disponibiliza livros, jornais e revistas aos veraneantes, nas quatro bibliotecas de praia que serão instaladas, na próxima segunda feira e pelo 22.º ano consecutivo, em Marinhas, Esposende, Ofir e Apúlia.

Este projeto pioneiro, à data, – diz a Autarquia – “revela-se agora imprescindível para os veraneantes que não deixam a leitura entrar em férias, conforme revela a frequência média anual de 20 mil utilizadores”.

MAIS: 3 praias no Minho com Wi-Fi gratuito

A programação anual da Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura contempla um importante capítulo para a promoção do livro e da leitura. Entre 16 de julho e 3 de setembro, as bibliotecas instaladas nas praias de Cepães (Marinhas), Suave Mar (Esposende), Ofir (Fão) e Apúlia terão disponíveis livros de diversos géneros, jornais, revistas de informação, cultura, viagens, saúde e desporto, para leitura na esplanada ou requisição domiciliária. Os veraneantes têm igualmente à disposição diversas publicações do Município, podendo ainda consultar informação turística sobre Esposende.

O projeto das Bibliotecas de Praia é suportado pelo Município e conta, ao nível dos recursos humanos, com a colaboração dos bolseiros, no âmbito do serviço cívico/comunitário que prestam ao abrigo da atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior.

Abertas diariamente, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, funcionam em praias que ostentam a Bandeira Azul. A esse galardão soma-se a distinção de praias acessíveis, Apúlia e Cepães, e ainda a distinção da Ramalha, Apúlia, Ofir-Fão, Cepães e de Rio de Moinhos pela reconhecida “Qualidade de Ouro” das suas águas, dos acessos, da vigilância e dos equipamentos.

Anúncio

Cávado

Criança de 10 anos atropelada em Fão. Condutor não fugiu, diz GNR

Na EN 13

em

Foto: O MINHO

Uma criança de dez anos foi vítima de atropelamento, esta quarta-feira, em Fão. Segundo disse a O MINHO fonte dos bombeiros, a vítima sofreu ferimentos considerados ligeiros, após ter sido colhida em frente a uma pastelaria, na Estrada Nacional (EN) 13, naquela localidade do concelho de Esposende.

O condutor da viatura, segundo esclareceu a GNR, já não estava no local, mas, ao contrário de uma primeira versão avançada a O MINHO, não se pôs em fuga.

Os Bombeiros Voluntários de Fão transportaram a criança para o Hospital.

 

Notícia atualizada às 19h40.

Continuar a ler

Cávado

Esposende atribui medalha de honra a D. Jorge Ortiga e Agustina Bessa-Luís

“A mais alta distinção municipal”

em

Agustina Bessa-Luís com 43 anos, em Esposende. Foto: Pinterest

A Câmara de Esposende vai entregar ao arcebispo de Braga, Jorge Ortiga, em 18 de agosto, a medalha de honra, “a mais alta distinção municipal”, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o município refere que a atribuição daquele título honorífico acontece no ano em que Jorge Ortiga apresentou a sua resignação ao Papa Francisco, “como manda o Código de Direito Canónico”.

Foto: Twitter de Arquidiocese de Braga

A Câmara justifica a medalha com o “relevante contributo para o engrandecimento espiritual e evangelização da diocese de Braga” e com o que essa ação representa para Esposende, “mercê do acompanhamento permanente, cooperante e próximo das ações do arciprestado de Esposende, do município e da sua população”.

A título póstumo, o município vai distinguir a escritora Agustina Bessa-Luís, com a medalha de mérito cultural, e o professor João Carvalho, antigo presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), com a medalha de mérito municipal.

Agustina Bessa-Luís viveu em Esposende cerca de quatro anos, e será distinguida pelo seu “grande contributo na memória identitária da comunidade esposendense”.

Em relação a João Carvalho, o município sublinha o seu “empenho no lançamento das bases para a existência de ensino superior público em Esposende, cuja concretização está em curso”.

Serão ainda distinguidos, com a medalha de mérito Municipal, os padres Arlindo de Areia Amaro, António das Neves Regado Carqueijó, Gil Afonso Losa, António Jorge da Torre e Joaquim Vilas Boas Lima, pelos 50 anos de sacerdócio.

Na sessão, o município vai ainda agraciar António da Silva Fortunato de Boaventura, que foi, durante uma década, presidente da direção da Esposende Solidário – Associação Concelhia para o Desenvolvimento Integrado de Esposende”.

Raúl Manuel Pato Risso será distinguido pelo seu desempenho no cargo de Capitão do Porto de Mar de Viana do Castelo, ao qual pertence a delegação de Esposende da Autoridade Marítima Nacional, em especial pela colaboração com a comunidade piscatória.

A Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende e o Clube de Caça e Pesca de Antas serão agraciados com as medalhas de mérito municipal e desportivo, respetivamente, por celebrarem o 25.º aniversário.

Continuar a ler

Desporto

Volta a Portugal: João Benta (Esposende) triunfa em Santa Quitéria no ‘bis’ da Rádio Popular

Segunda vitória consecutiva da equipa

em

Foto: Divulgação

João Benta, ciclista natural de Esposende, venceu hoje a oitava etapa da 81.ª Volta a Portugal em bicicleta, na chegada a Santa Quitéria, e deu a segunda vitória consecutiva à Rádio Popular-Boavista, com os dois primeiros da geral igualados na meta.

Um dia depois do triunfo do colega Luís Gomes no Larouco, João Benta foi o mais forte na subida final, completando os 158 quilómetros de percurso iniciado em Viana do Castelo em 3:49.18 horas, com dois segundos de avanço sobre Jóni Brandão e João Rodrigues (W52-FC Porto), primeiro e segundo da geral, que continuam separados por apenas um segundo.

Após a cerimónia do pódio da sétima etapa, adiada devido ao mau tempo sentido na véspera no topo da Serra do Larouco, a tirada decorreu entre uma jornada exigente e a emblemática subida à Senhora da Graça, que vai testar o pelotão no sábado, guardando o melhor para o fim.

Com uma fuga de Ricardo Mestre (W52-FC Porto) e do suíço Gian Friesecke (Swiss Race Academy) condenada ao fracasso, os principais motivos de interesse estavam na subida de Santa Quitéria, curta, mas em alguns pontos a ultrapassar os 12% de inclinação.

Nessa subida, o arranque de João Benta acabou por não ter resposta, percebendo-se desde sempre que o corredor ‘axadrezado’ ia vencer.

No final, chegou bem-disposto e até ‘ensaiou’ uma música, antes de explicar que teve de “sofrer até ao risco da meta”, num dia em que passou pela terra de onde é natural, Esposende, onde ouviu “toda a gente a gritar” o seu nome, enaltecendo também o trabalho da equipa.

“A Volta é muito bonita, e podem contar com o Benta até final”, declarou.

A Rádio Popular-Boavista, primeira da classificação de equipas, continua a ter uma boa prova, com vitórias de Luís Gomes, líder da montanha, e de João Benta, em sexto da geral, a 1.20 minutos da camisola amarela, tendo ainda David Rodrigues em sétimo, a 1.32.

Os homens da geral estiveram hoje a ‘marcar-se’, com Jóni Brandão e João Rodrigues a chegarem juntos, mantendo-se a diferença mínima entre os dois corredores portugueses, enquanto os espanhóis Gustavo Veloso (W52-FC Porto), terceiro a 18, e Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano), quarto a 34, perderam três segundos e estão mais longe.

Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira) chegou em quarto e fecha o ‘top 10’ da geral, que conta com Henrique Casimiro (Efapel) em quinto, a 52 segundos.

As decisões finais aproximam-se com a ligação entre Fafe e o alto da Senhora da Graça, em Mondim de Basto, no sábado, a prefigurar novas mexidas nos primeiros lugares, até pelas várias contagens de montanha de primeira categoria.

Antes da subida até à meta, de 8,7 quilómetros e com pendente média de 7,4%, o alto da Barra (km 72,5) e a passagem no Barreiro (km 96) serão ascensões duras para os corredores.

Depois do último dia em linha, segue-se o contrarrelógio entre Vila Nova de Gaia e o Porto, no domingo, no final do qual será consagrado o vencedor da 81.ª edição.

Continuar a ler

Populares