Seguir o O MINHO

Alto Minho

291 sinos vão tocar às 12:00 horas do domingo de Páscoa em Viana do Castelo

Religião

em

Foto: DR / Arquivo

O bispo de Viana do Castelo pediu, hoje, aos padres das 291 paróquias do Alto Minho que no domingo, às 12:00, “os sinos toquem festivamente” para celebrar a Páscoa, este ano, afetada pela pandemia de covid-19.


“No atual contexto, a Páscoa será vivida de modo diverso, mas não menos intenso. Como forma de celebração da Ressurreição de Cristo e manifestação de comunhão da Igreja Diocesana, peço que, no próximo domingo, às 12:00, em todas as igrejas da Diocese, especialmente nas igrejas paroquiais, os sinos toquem festivamente”, refere a mensagem que Anacleto Oliveira enviou hoje aos sacerdotes e a que a Lusa teve acesso.

A diocese de Viana do Castelo, fundada através de uma bula do beato Paulo VI, publicada a 03 de novembro de 1977, abrange os 10 concelhos do Alto Minho.

A diocese mais jovem do país integra 291 paróquias espalhadas pelos 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo e tem cerca de 120 sacerdotes.

Nas celebrações de Domingo de Ramos, o bispo de Viana do Castelo alertou, durante a missa celebrada na sé catedral e transmitida nas páginas oficiais da diocese no Facebook, as pessoas “que não respeitam as normas que obrigam a estar isolados em casa”, e pediu que “as cumpram escrupulosamente, evitando o contacto social, pois, se não o fizerem, estão a destruir vidas”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.Dos casos de infeção, mais de 312 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Anúncio

Alto Minho

GNR recupera material roubado de casa em Ponte da Barca

Crime

em

Foto: GNR

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Arcos de Valdevez recuperou, na terça-feira, diverso material furtado de uma habitação no concelho de Ponte da Barca, anunciou hoje aquela força militar.


Os militares recuperaram dois velocípedes com motor, uma máquina agrícola e uma televisão.

“No âmbito de uma investigação policial que decorria há duas semanas por furto em residência, os militares da Guarda apuraram que os suspeitos, de 30 e 33 anos, introduziram-se numa habitação através de arrombamento e furtaram vários bens”, refere comunicado da GNR.

Os dois suspeitos têm antecedentes criminais relacionados com furtos.

Foram constituídos arguidos e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Ponte da Barca.

A ação contou com o reforço do Posto Territorial da GNR de Ponte da Barca.

Continuar a ler

Alto Minho

Dois homens detidos por posse ilegal de armas em Arcos de Valdevez

Crime

em

Foto: GNR

A GNR deteve dois homens, de 27 e 58 anos, por posse ilegal de armas, na terça-feira, em Arcos de Valdevez, anunciou hoje aquela força militar.


Foram-lhes apreendidas duas espingardas de pressão de ar, uma espingarda de caça, uma arma branca, 13 munições de diversos calibres, sete cabos de aço utilizados em processo de caça ilegal e, ainda, pequenas quantidades de produto estupefaciente.

A apreensão resultou do cumprimento de quatro mandados de busca, dois domiciliários e dois em viaturas,  “no âmbito de uma investigação pelo crime de furto de metais não preciosos, que decorre há um mês”, explica a GNR em comunicado.

A operação levou também à detenção de um terceiro indivíduo por condução sem carta.

“Quando se efetuavam as buscas às residências dos suspeitos, um outro homem, de 29 anos, também referenciado na investigação pelo crime de furto de metais não preciosos, compareceu no local a conduzir um veículo não estando habilitado para o efeito, tendo sido imediatamente detido por esse motivo”, refere a força militar.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Arcos de Valdevez.

A ação contou com o reforço de militares do Destacamento de Intervenção de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Alto Minho

Atores entregam refeições ao domicílio acompanhadas por arte em Viana

Teatro Municipal Sá de Miranda

em

Entrega ao domicílio com arte. Foto: Divulgação / Teatro do Noroeste - Companhia Dramática de Viana

Encomendar o almoço e recebê-lo em casa ou no escritório é algo perfeitamente normal. Mas a entrega ser acompanhada pela declamação de um poema ou uma pequena teatralização já é uma originalidade.


O Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana do Castelo, companhia residente do Teatro Municipal Sá de Miranda, estreou na segunda-feira este serviço intitulado ‘Entregas ao Domicílio com Arte’.

“Das 12:30 às 14:00, o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana leva refeições até à casa das pessoas, apresentando uma surpresa artística protagonizada pelas atrizes e atores do elenco residente da companhia”, resume a companhia de teatro que integra mais de dez elementos.

Os atores e atrizes “leem um poema, um pequeno texto ou até podem fazer um pequeno jogo, depende também da pessoa”, explica a O MINHO Patrícia Soares, elemento do grupo, assinalando que os clientes têm ficado agradados com o serviço.

O Café Concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda começou a produzir refeições em modo take-away com objetivo de angariar verbas para fazer face aos constrangimentos provocados pela pandemia da covid-19.

O serviço foi agora alargado para as entregas ao domicílio, de forma a também dar um sentido de “confiança às pessoas” nesta altura de desconfinamento.

De segunda a sexta-feira, há três opções de prato do dia: prato de carne, prato de peixe e prato vegetariano.
O serviço de refeições – tanto take-away como ao domicílio – é feito com recipientes amigos do ambiente, sem uso de plástico.

As reservas para almoços podem ser realizadas até às 11:00, através dos contactos 258 823 428 / 967 552 988 ou do e-mail [email protected]

Continuar a ler

Populares