Seguir o O MINHO

Alto Minho

157 produtores unidos em Monção candidatam-se a 816 mil euros para reestruturação da vinha

Programa VITIS 2020

em

Foto: Divulgação

A Adega Cooperativa de Monção submeteu uma candidatura a um apoio de mais de 816 mil euros, através do programa europeu VITIS 2020, para reestruturação da vinha de, pelo menos, 157 associados, foi esta segunda-feira anunciado.

Armando Fontainhas, presidente da cooperativa, assinala que esta candidatura trata um valor recorde a um programa que é, hoje em dia, um dos instrumentos que permite melhorar a competitividade e a qualidade do produto.

“Este é um apoio crucial para a melhoria da qualidade dos vinhos produzidos na região de Monção e Melgaço”, destaca o dirigente, salientando que são 157 associados a apresentar candidaturas para um total de área de 69 hectares.

“O reconhecimento que os nossos vinhos têm vindo a conquistar exige padrões de cultivo e de produção de elevadíssima qualidade. Temos que ser capazes de dar uma resposta em consonância com o que o mercado espera de nós”, aponta Armando Fontainhas.

O resultado das candidaturas será anunciado até 30 de abril do próximo ano.

Populares