Seguir o O MINHO

Região

Quarenta farmácias de Braga e Viana do Castelo em risco de fechar portas

Petição anda a circular pelo país a pedir medidas urgentes

em

Foto: DR

Quarenta farmácias nos Distritos de Braga e Viana do Castelo correram o risco de fechar portas, segundo dados fornecidos pela Associação Nacional de Farmácia. Em Braga foram identificadas 28 farmácias em situação difícil e em Viana do Castelo 12.

A Associação Nacional de Farmácias lançou há menos de duas semanas uma petição pública que defende um programa legislativo dirigido ao setor farmacêutico, para evitar o fecho de farmácias em situação mais frágil e para pedir igualdade no acesso de todos os portugueses aos medicamentos.

Segundo dados da associação do setor, a nível nacional são 679 as farmácias em risco, com processos de penhora e insolvência, que representam quase 25% da rede de mais de 2.900 farmácias.

Portalegre, Guarda, Santarém e Setúbal são os distritos onde 30% ou mais das farmácias estão em risco.

De acordo com os dados da Associação Nacional de Farmácias a que a agência Lusa teve acesso, Aveiro tem em risco 30 farmácias, Beja tem 15, Braga 28, Bragança sete, Castelo Branco dez, Coimbra 34, Évora cinco, Faro 34, Guarda 18, Leiria 28, Lisboa 189, Portalegre 16, Porto 81, Santarém 45, Setúbal 63, Viana do Castelo 12, Vila Real 17, Viseu 30, Açores seis e Madeira 11.

Ao assinar hoje uma petição para “Salvar as Farmácias”, as ordens dos Médicos e dos Farmacêuticos indicam que “subscrevem as preocupações dos promotores da iniciativa, que alertam para as dificuldades sentidas pela rede de farmácias e também para os problemas relacionados com as falhas de abastecimento de medicamentos”

Segundo a petição, foram reportadas 64 milhões de embalagens de medicamentos em falta nas farmácias só no ano passado.

“A austeridade sobre o setor do medicamento não pode ser eterna. É urgente salvar a rede de farmácias”, pede o texto da petição.

Anúncio

Barcelos

Mulher em estado grave após despiste em Barcelos

Mistura de chuva e barro alegadamente na origem do despiste

em

Foto cedida a O MINHO por Miguel Gonçalves

Uma mulher, com cerca de 70 anos, ficou com ferimentos considerados graves na sequência de uma colisão lateral ao final da manhã deste sábado, na Estrada Nacional 205, em Ucha, Barcelos.

De acordo com testemunhas no local, uma das viaturas envolvidas seguia no sentido Prado-Barcelos quando terá entrado em despiste, alegadamente devido ao estado escorregadio do piso [mistura de chuva e barro], indo embater lateralmente contra outra viatura que seguia no sentido contrário.

Ao que O MINHO apurou, a vítima em estado grave seguia na outra viatura, no lugar do pendura, tendo ficado encarcerada dentro da viatura. O condutor dessa mesma viatura, marido da vítima que ficou em estado grave, sofreu ferimentos considerados ligeiros. Ambos têm idades perto dos 70 anos.

Ao local deslocaram-se os Bombeiros de Barcelos com viatura de desencarceramento, VMER de Barcelos e INEM de Barcelos.

A GNR registou a ocorrência cujo alerta foi dado pelas 12:42 deste sábado.

Pelas 13:46, o trânsito encontra-se condicionado naquela estrada em ambos os sentidos.

Continuar a ler

Braga

Idosa desaparecida no monte em Braga encontrada com vida

Encontrada em Esporões

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A mulher de 83 anos que estava desaparecida desde a passada quinta-feira, em Morreira, Braga, foi esta manhã encontrada com vida, disse a O MINHO fonte dos Bombeiros Voluntários de Braga.

A idosa, que se tinha desorientado enquanto percorria um caminho florestal, naquela região junto aos sacromontes de Braga, acabou por ser encontrada pelos Bombeiros, tendo já sido encaminhada para o Hospital de Braga.

A mesma fonte indicou que a idosa “está livre de perigo”.

Continuar a ler

Guimarães

Colisão em Guimarães faz três feridos

EN 105

em

Foto: Ana Mendes

Três pessoas ficaram feridas na sequência de uma colisão rodoviária, ao início da manhã deste sábado, em Conde, Guimarães.

O sinistro deu-se na Estrada Nacional 105, pouco depois das 8:00 horas desta manhã.

Ao local acorreram os Bombeiros de Vizela com três ambulâncias.

As vítimas sofreram ferimentos ligeiros e foram transportadas para o Hospital de Guimarães.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares