Seguir o O MINHO

Esposende

Cem deram o primeiro mergulho do ano em Apúlia

Após cinco quilómetros de aquecimento pela marginal de Apúlia.

em

Fotos: Divulgação

A tradição cumpriu-se. O grupo de corrida “Apúlia a Correr” juntou esta terça-feira, primeira dia de 2019, cerca de uma centena de amigos para o 1º Mergulho do Ano, em Apúlia, concelho de Esposende.

Foto: Divulgação

A actividade iniciou-se junto ao Castelinho, pouco passava das 10:00 da manhã, com uma corrida de 5 quilómetros pela frente marítima e culminou com o primeiro mergulho do ano na praia local.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

“Esta é uma iniciativa livre e espontânea em que se pretende promover o convívio entre entusiastas da corrida, familiares, amigos e conhecidos, dando início a um novo ano de corridas”, referem os promotores.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Esposende

Grupo de cidadãos de Esposende incentiva ao voto nas Europeias

Próxima iniciativa realiza-se ainda este mês junto dos jovens

em

Fotos: Divulgação / Associação Cidadãos de Esposende

A Associação de Cidadãos de Esposende já organizou a primeira ação de sensibilização ao voto nas eleições europeias de 2019.

Depois de uma primeira fase de divulgação nas redes sociais a associação passou à intervenção direta com os cidadãos do concelho de Esposende, porque votar nas eleições europeias de Maio de 2019 ou como participar ativamente foram alguns dos temas abordados durante a ação que decorreu no centro da cidade de Esposende.

Esta iniciativa contou com o apoio do Parlamento Europeu – Gabinete de Portugal que disponibilizou diverso material de divulgação.

A menos de um ano para as eleições europeias, que se realizam em todos os Estados-Membro entre 23 a 26 de maio de 2019 e em Portugal a 26 de maio, a campanha #destavezeuvoto do Parlamento Europeu propõe a reflexão sobre a necessidade do voto.

Estas iniciativas da Associação esposendense vão prolongar-se até maio com diferentes acções de sensibilização por todo o concelho de Esposende, estando a próxima prevista ainda durante o mês de Janeiro e prevê a intervenção junto da população jovem com várias palestras de proximidade.

De referir que o site para a participação nas eleições europeias “www.destavezeuvoto.eu”, foi lançado em junho de 2018, a Associação de Cidadãos de Esposende foi das primeiras Associações em Portugal a participar ativamente na divulgação.

Continuar a ler

Esposende

Venda de 87,5% salva fábrica de Esposende com 330 trabalhadores

Comprador é uma gestora de investimentos de situações especiais, com sede em Londres.

em

Foto: DR/Arquivo

A administração da fábrica de cabos elétricos Solidal, em Esposende, anunciou hoje que a Njord Partners vai comprar cerca de 87,5% das suas ações, um acordo que permitirá ultrapassar os problemas de tesouraria da empresa.

Em comunicado, a Solidal refere que o contrato vinculativo foi assinado na quarta-feira e que a conclusão da aquisição das acções deverá ocorrer em janeiro de 2019.

“Este acordo permite à Solidal obter uma estrutura financeira estável e sustentável e, consequentemente, desenvolver a sua atividade a longo prazo, mantendo o foco nos seus principais ‘stakeholders’, nomeadamente os seus clientes, colaboradores e fornecedores”, refere Manuel Quintas, responsável da empresa, citado no comunicado.

Com início de laboração em 1970, a Solidal conta atualmente com 330 trabalhadores, tendo em meados deste ano registado, pela primeira vez, salários em atraso.

Uma situação justificada pela administração com a “indisponibilidade de apoio” por parte do seu principal banco.

Citado no mesmo comunicado, o cogestor do portfólio da Njord Partners, disse que o acordo “é um marco importante na reestruturação global da Solidal e contribuirá para um balanço mais saudável e operações mais estáveis”.

“Entrar em 2019 com as reestruturações operacionais e financeiras em grande parte para trás ajuda a criar um futuro melhor para a empresa e estamos entusiasmados por fazer parte dessa jornada”, sublinhou.

A Njord Partners é uma gestora de investimentos de situações especiais, sediada em Londres.

Foca-se em crédito alternativo, reestruturações, financiamento de resgate e recuperações, com experiência em reestruturação financeira e operacional em várias jurisdições na Europa Ocidental.

Continuar a ler

Esposende

Esposende aprova projetos avaliados em 8,4 milhões

em

Foto: Facebook de Visite Esposende

A Câmara de Esposende aprovou hoje projetos que ascendem a 8,4 milhões de euros, de que se destaca a requalificação do Mercado Municipal, avaliada em 3,3 milhões, informou o município.

Em comunicado, o município acrescenta que outros projetos são a requalificação do Largo Rodrigues Sampaio (957 mil euros), a segunda fase da Zona Central de Marinhas (735 mil euros), a Alameda do Bom Jesus de Fão (487 mil euros) e a adaptação do antigo quartel da GNR em Arquivo Municipal (494 mil euros).

Estas cinco intervenções inserem-se no Plano de Ação de Regeneração Urbana.

Paralelamente, a câmara deu luz verde à execução do projeto de reabilitação no plano da eficiência energética das Piscinas Municipais Foz do Cávado, em Esposende, num investimento de 690 mil euros.

O objetivo é a redução dos consumos de energia.

O executivo aprovou também o projeto de execução da intervenção “Ações materiais de proteção do litoral entre Rio de Moinhos e Antas”, com um custo estimado de 1,8 milhões de euros.

Os projetos hoje aprovados começarão a ser concretizados em 2019.

Continuar a ler

Populares