10 anos de gnration em Braga com os locais Mão Morta e a americana Nina Nastasia

Cultura

O gnration vai assinalar 10 anos em 2023 e a programação até março inclui nomes que vão dos locais Mão Morta com Pedro Sousa aos internacionais Nina Nastasia, Owen Pallett e Alex Zhang Hungtai, anunciou hoje a sala bracarense.

Para além da música, o gnration vai ainda contar com exposições de Diogo Tudela e Supernova Ensemble, e de Mariana Vilanova e Marcelo Reis.

O ano do gnration abre no dia 13 de janeiro com a britânica Kathy Hinde, que, “em palco, reproduz um vinil com uma versão em código morse do poema ‘Ode to a Nightingale’, de John Keats, ao qual junta caixas de música, brinquedos que imitam pássaros e outros objetos manipulados ao vivo”, segundo comunicado.

No dia 20 do primeiro mês de 2023, o gnration recebe o concerto de Mão Morta com o saxofonista Pedro Sousa, que acontece um dia depois da atuação em Lisboa, na Culturgest.

Já em fevereiro, no dia 11, o gnration acolhe outro encontro entre artistas portugueses, no caso First Breath After Coma e noiserv, seguindo-se, no dia 18, a presença dos bracarenses NO!ON.

No dia 25 de fevereiro, a sala de Braga recebe o músico italiano Stefano Pilia, acompanhado pelo guitarrista de Portishead e produtor Adrian Utley e pela guitarrista Alessandra Novaga.

Em março, o gnration acolhe, no dia 10, a norte-americana Nina Nastasia, que lançou este ano “Riderless Horse”, após 12 anos sem novos discos, estando também marcado o concerto de Alex Zhang Hungtai, ex-Dirty Beaches, para o dia 17.

No dia 24 de março, o gnration fecha o trimestre com os concertos dos canadianos Owen Pallett e The Hidden Cameras.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Vila Verde atribui apoio extraordinário às IPSS do concelho

Próximo Artigo

ASAE apreende 6.300 brinquedos no valor de 52 mil euros

Artigos Relacionados
x